MENU

LOGIN

Notícias

thumbnail
21 May 2024

AHP relança Hotel Snapshot, uma análise do Turismo e Hotelaria

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) relançou o Hotel Snapshot – análise abrangente e concisa da performance do setor do Turismo e da Hotelaria. Com uma periodicidade trimestral, este documento irá fornecer insights valiosos sobre o setor, ajudando a orientar estratégias e decisões. A primeira edição deste relatório, referente ao balanço de 2023, já está disponível, enquanto a próxima, abrangendo o 1º trimestre de 2024, está programada para ser divulgada no próximo mês de junho. Este relatório vai reunir informação de diversas fontes, como o INE; o Turismo de Portugal; o Banco de Portugal; a ANA Aeroportos; o Observatório das Migrações; o Ministério das Finanças; e a Segurança Social. Terá também um glossário que irá permitir uma melhor interpretação dos dados. Cristina Siza Vieira, vice-presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, revela que “com este relatório pretendemos divulgar a evolução dos principais indicadores de desempenho, combinando uma visão detalhada da operação hoteleira com uma perspetiva ampla do setor e da economia. Os dados das várias entidades existem, em formato mensal, mas disperso. O nosso Gabinete de Estudos e Estatísticas trabalha-os e concilia a informação para produzir relatórios trimestrais e anuais, produzindo o AHP Hotel Snapshot. Quando tivermos resultados dos nossos inquéritos, também os cruzamos com as diferentes fontes.” O AHP Hotel Snapshot é de livre acesso para os associados da AHP, mas poderá ser solicitado à Associação, através do seu Gabinete de Estudos e Estatísticas: gab.estudos@hoteis-portugal.pt. AHP HOTEL SNAPSHOT | 2023 Principais Destaques ➔ Exportações de viagens e turismo atingiram os 25 mil milhões de euros ➔ Principais indicadores da hotelaria já ultrapassaram valores pré-pandemia ➔ 72% das dormidas foram em estabelecimentos hoteleiros (EH) ➔ Maior crescimento nas dormidas ocorreu em AL (>10 quartos): +16% ➔ Os aeroportos portugueses atingiram recordes mensais de passageiros ➔ Turismo é composto por 25% de trabalhadores imigrantes Hóspedes e Dormidas De acordo com o AHP Hotel Snapshot, o turista não-residente tem o maior peso total nas dormidas (68%) e nos hóspedes (61%). A região onde houve um maior aumento de hóspedes não-residentes foi no Alentejo (+32%, face a 2022) e as regiões onde o número de dormidas de não-residentes mais aumentaram foi o Centro (+22% face a 2022) e o Norte (+21%). Fonte: INE – Instituto Nacional de Estatística, 2023 Dormidas por Tipologias Dormidas no Estabelecimentos Hoteleiros A taxa de variação homóloga nas dormidas desta tipologia foi de +11%, verificando-se um total de 55,6 milhões de dormidas. De notar que a maior fatia das dormidas ocorre nos hotéis de 4 estrelas (41%), sendo esta a categoria com mais representatividade nos estabelecimentos hoteleiros (27%). Fonte: RNET – Registo Nacional de Empreendimentos Turísticos, 2023 Dormidas nos restantes empreendimentos turísticos e alojamento local As dormidas em Alojamento Local com mais de 10 camas registaram um aumento expressivo, que acompanha o crescimento da procura desta tipologia há vários anos. As dormidas corresponderam a 15% do total de dormidas e o crescimento em 2023 foi de 16%, face a 2022. Nota: A ALEP indica que mais de 90% das estadias ocorrem em ALs com 10 ou menos camas. Isso significa, de acordo com esta associação, que o peso dos ALs nas dormidas totais é de aproximadamente 40%, muito mais do que os 14,5% reportados pelo INE, que só considera ALs com 10 ou mais camas. A TO-Quarto foi, em todas as tipologias, de 57,3% (+3,1p.p. que em 2022). Balança de Pagamentos – Viagens e Turismo As exportações de viagens e turismo atingiram os 25 mil milhões de euros, um aumento de 19%, superando o aumento de 14% nas importações e alcançando valores recordes. Representaram, por isso, uma fatia de 16,5% do crédito da balança corrente do Banco de Portugal, recuperando assim o peso que o setor representava em 2019. Segundo o INE, até setembro de 2023, os residentes em Portugal realizaram 18,5 milhões de viagens: 15,9 milhões dentro do país (86%) e 2,5 milhões ao estrangeiro (14%). Transporte aéreo de passageiros De acordo com dados da ANA Aeroportos, em 2023 os aeroportos portugueses atingiram recordes mensais de passageiros, com uma média diária de 75,9 mil em dezembro. O tráfego aéreo anual também cresceu significativamente (+12,0%), bem como o de passageiros (+18,9%). Saldo Migratório De acordo com o Observatório das Migrações, em 2021, havia cerca de 0,7 milhões de imigrantes a viver em Portugal. Em 2023, de acordo com o Ministério das Finanças, 600 mil trabalhadores estrangeiros compõem 13% da força de trabalho do país. Segundo dados da Segurança Social, o setor do Turismo é composto por 25% de trabalhadores imigrantes. Inquéritos AHP No Snapshot pode também obter dados dos inquéritos que a AHP realiza aos seus associados ao longo do ano: Balanço JMJ 2023 e Agosto 2023 After Web Summit 2023 Perspetivas Natal & Réveillon 2023 Balanço Natal & Réveillon 2023 / Balanço 2023 e Perspetivas 2024 in Ambitur

Ler mais
10 May 2024

Plataforma Nacional de Turismo promove debate sobre o futuro do setor em Portugal

A Universidade de Aveiro foi o palco para o 1.º Fórum da recém-criada Plataforma Nacional de Turismo (PNT), uma associação que reúne os principais atores do setor para impulsionar a inovação e o desenvolvimento socioeconómico do país. A abertura do evento contou com as intervenções de Carlos Costa, da Universidade de Aveiro, João Albino Silva, da Universidade do Algarve (presidente da direção da PNT), e Raul Almeida, presidente da Turismo Centro de Portugal (associada da PNT), que delinearam os objetivos da plataforma. Carlos Costa explicou que a PNT nasceu da necessidade de integrar o conhecimento gerado pelas instituições académicas mais próximas do setor turístico, reunindo mais de 125 associados, incluindo universidades, institutos de pesquisa, e organizações do setor, visando aumentar a visibilidade e a discussão sobre o turismo no país. João Albino Silva, em mensagem de vídeo, ressaltou a importância do fórum como um espaço para debater o futuro do turismo em Portugal, enquanto Raul Almeida enfatizou os desafios específicos enfrentados pela região Centro de Portugal e a necessidade de uma estratégia global a longo prazo para o setor. Durante o evento, diversos painéis e apresentações abordaram temas como a agenda futura do turismo em Portugal, com participação de figuras do setor como Bernardo Trindade, da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Ana Jacinto, da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), e Jorge Sampaio, da comissão executiva da Turismo Centro de Portugal. Jorge Sampaio destacou a importância de uma estratégia coesa e duradoura para o turismo nacional, ressaltando a necessidade de um destino turístico global que valorize a diversidade e autenticidade do país, ao mesmo tempo em que promova a distribuição equitativa da riqueza gerada pelo setor em todas as regiões de Portugal.

Ler mais
10 May 2024

Recheio e AHP organizam talk e showcooking sobre Produção Sustentável

O Recheio vai promover no Algarve, em conjunto com a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) e com o apoio do Boa Cama Boa Mesa, uma talk com o tema “Produção Sustentável”, onde vai apresentar alguns dos seus projetos e a Best Farmer e a Seaculture, unidades do Grupo Jerónimo Martins que produzem carne e peixe em aquacultura de offshore de forma sustentável.  A iniciativa terá lugar na loja Recheio de Faro, no dia 14 de maio, a partir das 11h30. “O momento em que vivemos exige que todos os intervenientes façam uma reflexão sobre a sustentabilidade. O Recheio tem cinco lojas no Algarve, que cobrem toda a região do Barlavento ao Sotavento e, por termos uma relação muito próxima com os nossos clientes, sabemos bem o impacto das questões relacionados com a sustentabilidade têm para o seu negócio. Foi por isso que decidimos realizar esta talk no Algarve, para partilharmos alguns dos nossos projetos e para procurar que, trabalhando todos em conjunto, alguns destes impactos nos negócios dos nossos clientes sejam mitigados”, explica Vanessa Silva, diretora da marketing do Recheio. A talk irá abordar a Produção Sustentável, com André Duarte, diretor comercial dos Frescos da Jerónimo Martins, a Best Farmer, com Luísa Silva, gestora de vendas, e a Seaculture, com Pedro Encarnação, diretor executivo de Aquicultura. A talk contará ainda com a participação dos chefs algarvios, Leonel Pereira e João Marreiros, recentemente distinguidos com o prémio de sustentabilidade do guia Boa Cama Boa Mesa. Após a conversa, realizar-se-á um showcooking com os produtos Recheio das marcas Best Farmer e Seaculture, que serão confecionados pelos Chefs Recheio, e uma prova de vinhos regionais. in HiperSuper

Ler mais
30 April 2024

Prémios Líderes do Turismo | Estes são os nomeados na categoria de Sustainable Project

Os “Prémios Líderes do Turismo” vão eleger as empresas que se destacam nas categorias Luxury Hotel, Leisure Hotel, Resort Hotel, Hotel Brand, Travel Brand, Sustainable Project, Technology Company, Creative Brand e Tourism Event. A eleição decorre da votação dos subscritores da newsletter do TNews e de um júri constituído por profissionais das áreas de Comunicação, Marketing e Eventos; Inovação e Investimento; Formação e Recursos Humanos. Eis os candidatos à categoria de Sustainable Project. Pode votar no seu favorito aqui até 10 de maio. Corinthia Lisbon “A agenda 20-20-20 da UE trouxe desafios reais para a indústria hoteleira, e nós aceitamos esses desafios com a implementação de projetos inovadores no hotel. Em 2007, começamos a desenvolver o nosso Projeto de Eficiência Energética e, posteriormente, convidamos um grande player da indústria de energia em Portugal – Galp Soluções de Energia e o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) – e juntos desenvolvemos soluções de engenharia sob medida com equipamentos de última geração oferecendo altos níveis de desempenho em eficiência energética e ao mesmo tempo sendo capazes de produzir energia autonomamente. Este projeto resultou em melhorias dramáticas em várias áreas do hotel, incluindo iluminação com uma grande reconversão de luminárias em Portugal utilizando a nova tecnologia LED, reconversão de áreas técnicas como reservatórios de água, caldeiras e equipamentos de lavanderia, não apenas em desempenho de eficiência, mas também em qualidade. Este projeto combina o nosso compromisso de reduzir a nossa pegada de CO2 com o nosso objetivo de alcançar eficiência energética. Durante o primeiro semestre de 2013, o Corinthia Lisbon reduziu 25% do seu consumo de energia, o que corresponde a 600.000 kWh e 290 toneladas de CO2. Key message do projeto: Redução de 32% do nosso consumo de energia. Média de redução de 956.286 kg de CO2 na nossa Pegada de Carbono por ano desde 2013. Primeiro hotel em Portugal a ter estações de carregamento para veículos elétricos”.   Highgate Portugal “Desde a sua entrada em Portugal, e com base na sua ação de 30 anos no mercado americano, a Highgate Portugal assume-se como um grupo hoteleiro em que a sustentabilidade aparece em primeiro plano. Já distinguida com certificação Biosphere em todas as suas unidades, parceira do projeto Aqua+ da ADENE é hoje em dia membro da BCSD Portugal – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável, o único operador hoteleiro neste exclusivo grupo composto pelas maiores empresas nacionais. Com vários exemplos de vanguarda na sustentabilidade destaca-se o Campo de Golfe dos Salgados que há 20 anos que é um dos dois campos de golfe nacionais 100% auto sustentáveis em termos de rega já que são regados com águas das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR).”   Museu do Pão “Cada vez mais o conceito de sustentabilidade extravasa as fronteiras da ecologia e abraça conceitos como a sustentabilidade social e económica (que, de resto, fomentam também uma menor pegada ecológica). No fundo, o regresso à economia de proximidade, das pessoas, do feito à mão. O pagamento de um valor justo pelos trabalhos que já poucos querem ou sabem fazer, para que os novos se apaixonem por ele e o queiram continuar”. O Museu do Pão, que desde 2002 prossegue obsessivamente este princípio de sustentabilidade económica e social, abriu em 2023 um novo espaço dedicado à rainha da sua região, a ovelha serra da estrela e as suas três economias: leite, lã e carne de borrego. O novo Centro Interpretativo da Ovelha Serra da Estrela tem um só propósito – demonstrar a exequibilidade de um conceito económico que coloca o ser humano no seu epicentro e devolve as condições para a fixação de populações em territórios de baixa densidade, que sob um modelo económico sustentável renascem das cinzas para demonstrar que ser pastor de ovelhas pode afinal ser uma profissão mais interessante do que quase todas as que existem numa grande cidade. Na categoria Arte e Cultura do Estudo Repscore 2024, Museu do Pão é o 1º museu referenciado e figurou no top 5 das marcas mais relevantes no mesmo estudo/categoria em 2023, tendo sido a marca com maior crescimento no primeiro semestre de 2022”.   Portugal Green Travel “A Portugal Green Travel candidata-se à categoria de “SUSTAINABLE PROJECT” nos Prémios Líderes do Turismo 2024 porque reconhecemos a importância crítica da sustentabilidade no turismo. Como líderes no setor de turismo sustentável em Portugal, acreditamos firmemente que as nossas iniciativas e práticas exemplares merecem reconhecimento. Desde a nossa fundação, em 2019, temos sido pioneiros na promoção de práticas ambientalmente responsáveis, no apoio ativo às comunidades locais e na criação de experiências autênticas que respeitam a cultura e a natureza de Portugal. Através dos nossos programas e atividades, procuramos não apenas oferecer viagens memoráveis, mas também deixar um impacto positivo duradouro. Estamos comprometidos em liderar pelo exemplo, inspirar mudanças e moldar um futuro mais sustentável para o turismo. Ao concorrer nesta categoria, esperamos destacar ainda mais o nosso compromisso contínuo com a sustentabilidade e inspirar outros a seguirem este desígnio fundamental.”   Programa HOSPES by AHP “Programa de Desenvolvimento Sustentável desenvolvido pela AHP, desde 2013. Tem por base uma rede colaborativa dinamizada pela Associação junto dos hotéis seus associados, num modelo de economia circular, que tem como objetivo orientar a vocação e empenho de cada um dos Hotéis para uma causa comum: promover a sustentabilidade da hotelaria e do turismo agindo sobre três vetores: social, económico e ambiental. O Programa assenta em 2 pilares: Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ambiental. Responsabilidade Social: consiste na reintrodução na economia social de bens e equipamentos dos Hotéis, em bom estado de conservação; no Emprego Inclusivo e no Voluntariado, através de parcerias com o setor social, entre mais de 160 IPSS. Para além da doação dos bens, a AHP tem vindo a trabalhar com as IPSS e com as unidades hoteleiras em outros temas, nomeadamente voluntariado empresarial e emprego inclusivo. Sustentabilidade Ambiental: apoiado nos princípios da reutilização, redução e reaproveitamento, fomenta as boas práticas na recolha, tratamento e reciclagem dos resíduos da Hotelaria. No âmbito de várias parcerias foram recolhidas e transformadas toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos; óleos alimentares usados; papel; cartão e têxteis em fim de vida. As unidades hoteleiras portuguesas reintroduziram, desde 2013, na economia circular mais de 254 mil bens”.   The Leaf Boutique Hotel Lisbon “Justifico a candidatura do The Leaf Boutique Hotel Lisbon, onde desde o dia 17 de julho de 2020, foi implementado diversas políticas sustentáveis, cujo slogan é “Leaf the Plastic Behind”, um trocadilho para ‘deixem o plástico para trás’. Possuímos uma parceria com o programa Check Out For Nature, que apoia a atividade da ANP|WWF (Associação Natureza de Portugal|World Wide Fund For Nature) — sendo a WWF a maior organização global independente de conservação da Natureza, convidamos o cliente a contribuir para a preservação da natureza através de uma doação de 1€ por estadia para este programa. O nosso Pequeno Almoço não é buffet de forma a reduzir o desperdício alimentar, o que diariamente é colocado em prática a 100%. A chave do quarto é feita de bambu para combinar com o ambiente em redor — e às boas práticas, associadas a toda uma política que envolve várias medidas, como redução de desperdício de água e energia e adoção de práticas de reciclagem. Paralelamente existem, sensibilização e educação ambiental para funcionários e hóspedes de forma a estarem envolvidos neste projeto sustentável. “Leaf the Plastic Behind”. in TNews

Ler mais
A exibir 1-4 de 19 itens.