MENU

LOGIN

Hoteleiros menos otimistas na Taxa de Ocupação para o período da Páscoa

A AHP - Associação da Hotelaria de Portugal divulgou hoje as perspetivas para o período da Páscoa e fez também um balanço do Carnaval. Os resultados agora divulgados têm por base um inquérito realizado junto dos seus associados, entre 12 e 19 de março.

CARNAVAL 2018

Os resultados indicam que, no período de Carnaval, apenas 36% das unidades hoteleiras inquiridas tiveram uma melhor taxa de ocupação face ao mesmo período de 2017. O preço médio por quarto ocupado foi superior para 59%, acompanhado pelo RevPAR que foi melhor para 55% dos inquiridos. A estada média foi idêntica à do período homólogo para 60% dos inquiridos.

Quanto a mercados, Portugal, Espanha, França, Reino Unido e Brasil foram apontados como os principais mercados. Em termos de evolução, destaque para a performance do mercado interno e francês.

PÁSCOA 2018

Em relação às expectativas para a Páscoa, a AHP analisou tanto o período global das férias escolares como o fim-de-semana. Para o período das férias escolares, de 26 de março a 6 de abril, apenas 35% dos hoteleiros inquiridos indicaram que neste período a taxa de ocupação será melhor do que a de 2017. No entanto, para 64% o preço médio por quarto ocupado será melhor e 61% considera que terá um RevPAR superior. As receitas totais e de alojamento serão iguais ou melhores para 79% e 80% dos inquiridos, respetivamente.

A região mais otimista relativamente à TO é o Algarve, a estada média será igual ao ano anterior em todas as NUTS. À semelhança dos quatro últimos anos, Portugal e Espanha serão os principais mercados emissores durante este período (24% e 22%, respetivamente).

Também para o fim-de-semana da Páscoa, de 30 de março a 1 de abril, as expectativas são menos otimistas na taxa de ocupação face ao mesmo fim-de-semana de 2017.

Lisboa é a região mais otimista em relação ao fim-de-semana na Taxa de Ocupação. O ARR e o RevPAR serão melhores em todas as NUTS, com exceção do Alentejo e Açores. Nestes dois indicadores, as regiões mais otimistas são a Madeira e Lisboa.

Glossário
ARR: Preço médio por quarto ocupado
RevPAR: Preço médio por quarto disponível
TO: Taxa de ocupação quarto

Ficha técnica - Inquérito aos associados AHP
Inquérito realizado entre 12 e 19 de março junto dos empreendimentos turísticos associados da AHP. Das respostas obtidas, 86% pertencem a Hotéis, 5% a Hotéis Apartamentos, 1% a Pousadas, 1% a Aldeamentos Turísticos, 1% a Apartamentos Turísticos e 6% a Outros.
Amostra – 36%

Sobre a AHP
A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal é a maior associação patronal da indústria hoteleira, cujos associados representam cerca de 65% do número de quartos da hotelaria nacional. A AHP é uma instituição centenária que promove um conjunto de serviços indispensáveis às pequenas e médias empresas, centrando a sua ação no negócio e futuro dos seus associados e tornando-a, assim, de maior relevância no espaço associativo. Foi reconhecida como associação de utilidade pública em outubro de 2013.

Voltar