MENU

LOGIN

AHP apresenta CLICK2PORTUGAL

A Associação da Hotelaria de PortugalAHP apresentou esta quarta-feira, 16 de Maio, a plataforma CLICK2PORTUGAL , um agregador de hotéis que permite a reserva directa e que visa capacitar e elevar o posicionamento digital da hotelaria nacional , aumentando a sua competitividade e promovendo a sua internacionalização. A plataforma, desenvolvida pela GuestCentric , estará online no último trimestre, com a AHP a perspectivar a presença de 400 hotéis, entre os quais alguns dos principais grupos portugueses.  

A CLICK2PORTUGAL é uma plataforma de adesão gratuita aberta a todos os empreendimentos turísticos presentes no mercado português, associados ou não da AHP, que permite às unidades reforçar a sua presença digital; funciona como motor de reservas aos hotéis que ainda não o disponibilizam; e actua com meio complementar de reserva que funciona “como uma extensão do próprio” canal do hotel, permitindo a integração com o Channel Manager sem custos associados.  
 
Este motor de reservas vai estar integrado no site de promoção do Turismo de Portugal , www.visitportugal.pt , permitindo o acesso directo dos visitantes às reservas hoteleiras. As reservas podem ser feitas na plataforma ou no site do hotel, mas a transacção é sempre feita directamente no canal próprio da unidade.  
 
A presença na CLICK2PORTUGAL, que funciona em sistema random (aleatório, apenas usando os requisitos seleccionados   pelo visitantes da página) , inclui um vídeo do hotel, fotografias de alta qualidade, traduções em quatro idiomas (correspondentes aos principais emissores para Portugal – inglês, francês, espanhol e alemão), informações sobre os pontos de interesse selecionados pelos hotéis e o sistema de rating da ReviewPro , que agrega as avaliações de 175 sites.  
 
O pacote de adesão é gratuito e inclui as traduções e pontos de interesse. As fotografias e vídeos são mandatórias, mas todos os conteúdos serão fornecidos pelo próprio hotel. Caso não tenham os conteúdos de imagem necessários ou estes não tenham a qualidade exigida, a AHP estabeleceu contratos com fornecedores de confiança para que estes serviços sejam assegurados a preços competitivos (o serviço de fotografias está disponível a partir de 80 euros e o de vídeo a partir de 250 euros, valores sem IVA).  

A descrição das unidades será fornecida pelas marcas hoteleiras e revista pela AHP de forma a estar disponível de acordo com as melhores práticas da presença online, nomeadamente orientado ao SEO. Todos os conteúdos, quer de escrita, quer de imagem, serão da propriedade do hotel, pelo que poderão ser usados pelos próprios noutros meios e canais de comunicação.  
 
“O CLICK2PORTUGAL é um projecto estratégico para a Hotelaria nacional”, referiu o presidente da AHP, Raul Martins, explicando que “o objectivo primeiro é abranger a maior parte da oferta hoteleira e de alojamento colectivo em Portugal”. “O digital é o presente e o futuro e quem não está online, não está no mundo”, concluiu o responsável.  
 
Por sua vez, Cristina Siza Vieira, directora-executiva da associação, salientou a necessidade da capacitação digital da hotelaria nacional e ressalvou que esta iniciativa “beneficia todos e cada um” e que “a forma como se está online é decisiva”.  

Questionada sobre a presença de outro tipo de empreendimentos na plataforma, a responsável referiu que as unidades de Alojamento Local colectivo poderão estar presentes no futuro:  “Não há razão para que não entrem, mas os requisitos são diferentes. Tenho camas e quartos, o Turismo de Portugal têm de ajudar na definição”, disse Cristina Siza Vieira, acrescentando que “os hostels não são empreendimentos turísticos, mas são uma parte importante da oferta e consideramos que poderá vir a ser possível integrar a ‘plataforma’ na dependência de Turismo de Portugal e  politicamente  se considerar como é que isto é gerível”.  
 
“Os quartos isolados não entram, poderão entrar hostels, é uma questão de coerência, pois a AHP propôs e defende que os hostels e blocos de apartamentos devem migrar para o léxico dos empreendimentos turísticos, pois são um produto consistente e turístico”, frisou a responsável.

in Publituris Hotelaria, por Patrícia Afonso

Voltar